Horizontes

Gosto tanto de ler isto. Gosto tanto que nem sei como escrever estas linhas, ou como justificar um segundo link. Gosto tanto que tenho medo que ela leia isto e me deteste. Gosto tanto que me apetece escrever-lhe, desejar-lhe algo. Como um imbecil. Gosto daquelas palavras, daquele fogo de vida nem sempre feliz, daquela constante falta de indiferença face ao pequeno mundo dos nossos dias, das ideias que reagem com tudo, do cansaço e da consciência. Há apatias personificadas, irrelevantes como eu, e depois  há quem escreva isto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: